Desenvolvimento profissional é um dos pilares de crescimento da SVAA

Publicado em 23 de julho de 2018

 

Com o objetivo de continuar elevando a performance da Santa Vitória Açúcar e Álcool e oferecer excelência em qualidade, a empresa investe fortemente no aprimoramento da mão de obra interna, mediante treinamentos de diversos níveis em diferentes áreas.  No período de janeiro a abril de 2018, a SVAA teve 10.215 participações em treinamentos com um total de 56.141 horas.

“Reconhecemos que é importante investir em tecnologia, equipamentos e ferramentas, mas nada disso adianta se nossos colaboradores não estiverem bem capacitados para operar tudo isso com eficiência. O sucesso da companhia está diretamente relacionado ao desenvolvimento de nossos integrantes, por isso, os treinamentos são fundamentais para que os nossos processos sejam cada vez mais assertivos”, destacou Alexandre Nicodemo, gerente geral da SVAA.  

 Além daqueles obrigatórios e de reciclagens das NRs relativas a cada atividade, tais como: NR 35 (Trabalho em altura); NR 33 (Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados); NR 10 (Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade); entre outros, foram ministrados treinamentos operacionais e comportamentais. 

Da parte operacional, foram oferecidos treinamentos de Operador de Guindauto; Operador de Motobomba; Manuseio de Defensivos Agrícolas; Condutores de Caminhões Canavieiros; Operadores de Máquinas Agrícolas; Motorista de Caminhão Prancha; Soldadores; Manutenção e Operação de Colhedoras de Cana. 

No treinamento de soldadores, a empresa envolveu tanto os colaboradores das áreas industrial como da agrícola, oportunidade em que aprenderam diversos processos de soldagem, incluindo suas terminologias, posições, qualidade e segurança na prática da atividade, como explica o participante Vinicius Duarte de Sousa. “Trabalho com soldagem na área agrícola da SVAA há dois anos e meio, e nesse treinamento tive conhecimento de mais posições de solda no equipamento, siglas dos processos de soldagem, tipos de eletrodos, e ainda recebi a certificação para executar processos de soldagem dentro da norma ASME.  O objetivo daqui para frente é aperfeiçoar ainda mais e atuar ajudando as outras áreas da empresa”, reforçou Vinicius.

Segundo o instrutor da empresa Welding Inspeções, Engenharia e Análise de Materiais, Raony Longo Bighetti, vinte e oito profissionais da SVAA passaram pelo treinamento e agora estão mais preparados para desempenhar suas atividades com segurança e qualidade. “Muitos aprenderam a função principalmente na prática, sem a chance de ter aulas teóricas, o que é importante para o desempenho do trabalho de soldagem”, explicou Raony.  

Todos os anos, a SVAA elabora um planejamento intenso de desenvolvimento profissional para o seu público interno, no entanto, um dos diferenciais de 2018, foram os treinamentos comportamentais de liderança e de multiplicadores.  Um completo programa de desenvolvimento de lideranças foi aplicado a todos os 110 líderes da empresa, e dividido em 6 módulos com duração de 6 meses. 

“O programa Líderes em Ação foi idealizado com muito afinco pela equipe de Desenvolvimento Organizacional. Foram aproximadamente 10 meses para mapearmos as necessidades da empresa, estruturar o programa e realizar os módulos de treinamento. Isso porque acreditamos que um líder bem preparado pode atingir bons resultados através do desempenho de sua equipe, incentivar o crescimento e preservar o bem-estar do grupo. Além disso, o fato de compreender o seu verdadeiro papel na empresa, entender as ferramentas para gerenciamento e estratégias de comunicação com a equipe pode se tornar um valioso diferencial para a empresa”, esclareceu Lara Franco, supervisora de Desenvolvimento Organizacional.

Para os multiplicadores da companhia, a carga horária foi de 16 horas, com participação de 20 profissionais. “Atualmente, cerca de 70% dos nossos treinamentos são ministrados por funcionários internos. A Capacitação dos Multiplicadores proporcionou reavaliar comportamentos e posturas em sala de aula, o que certamente resultará em mais motivação, engajamento e sobretudo, maior aproveitamento dos conteúdos por parte dos participantes”, ressaltou Cláudia Bethânia, analista de Desenvolvimento Organizacional da SVAA.